Você está ouvindo a sua organização?

Listen_String

Independente do tamanho da sua empresa, a gestão do conhecimento é essencial para que ela seja efetiva e eficiente.

Já falamos por aqui que gerenciar o capital intelectual dentro das empresas será a porta para o sucesso. Por isso, nos tempos atuais, em função da velocidade das mudanças, é necessário que as organizações identifiquem e retenham os conhecimentos de seus colaboradores, para que sejam utilizados e reaproveitados.

Por isso a pergunta: você está ouvindo a sua organização?

Evoluir em todos os sentidos deve ser a meta das empresas, mas aquela que consegue definir o seu fator diferencial, ou seja, aquilo que a distingue das demais, sairá na frente.

Perceber o verdadeiro objetivo do negócio da empresa pode ser óbvio, mas muitas organizações já erram aí, perdendo o foco da inserção do negócio no contexto.

Algumas questões básicas precisam estar claras, como definiu Chiavenato & Sapiro. São elas:

  • Qual é o negócio da organização e como ele será no futuro?
  • Quais são os clientes e o que eles consideram como valioso na organização, em seus produtos e serviços?
  • Quais serão os resultados da organização?
  • A quem interessa chegar a estes resultados?

E, para conseguir resultados, é preciso que todos na empresa estejam engajados, papel que cabe aos líderes. A qualidade da liderança se refletirá em funcionários motivados, o que gera um investimento no talento, que hoje deve ser o diferencial para o sucesso de uma empresa.

Como o principal recurso competitivo para as empresas hoje se trata das pessoas, o papel do líder passa a ser ainda mais valorizado, pois é ele o responsável pela gestão destas pessoas e pela administração de qualquer sistema de gestão que seja implantado pela organização.

E é papel do líder, também, implantar práticas simples e ferramentas de reconhecimento e divulgação de resultados. Nos estudos de comportamentos organizacionais e de gestão de pessoas, surgem vários programas de ideias e sugestões implantados pelas organizações, que buscam de seus colaboradores diversas ideias que possam produzir pequenos ou grandes efeitos positivos.

Isso tudo, na prática, é ouvir a sua organização e dar voz à inovação. O caminho? Sucesso!

Comments